Quanto mais aperfeiçoamento o candidato tiver, maiores são as chances de ser contratado em uma entrevista. Claro que a experiência com a prática também vale nesse momento. Mas para a empresa, saber que seu funcionário tem um bom embasamento teórico sobre o assunto, é muito importante.

Buscar sempre por uma boa qualificação é o ideal em qualquer situação. Seja por meio de cursos online, assistindo palestras e workshops ou iniciando a formação técnica. Esses métodos aumentam a credibilidade do trabalhador no mercado de trabalho.

Além disso, traz mais conhecimento para a vida pessoal desse indivíduo. Que em alguma situação da rotina, pode utilizar desses estudos. Por isso, o início de cursos e de aperfeiçoamentos em geral serão sempre bem vindos.

Qual tipo de formação é melhor vista no mercado?

Claro que a graduação é hoje uma das principais formas de se preparar para o mercado. Os cursos são de pelo menos 4 anos e entrelaçam a teoria e a prática.

No entanto, outros setores têm se mostrado forte nesse cenário. É o caso dos cursos técnicos, com cada vez mais adeptos e aumentando seu número de contratações anuais.

Esses dois exemplos de níveis educacionais são os mais completos. Dependendo da área de atuação, um pode ser até mais vantajosos do que outro.

Por exemplo, para o setor da industria, com fábricas, grande produções e contato com maquinário. As opções de cursos técnicos podem ser mais vantajosos. Enquanto que para a saúde, como em hospitais, os graduados têm salário maior e cargos superiores.

Cursos para retornar ao mercado de trabalho

Seja para voltar a ativa, ou para iniciar sua carreira. Todos sabem que algumas opções ficam em maior evidência e aumentam suas chances de contratações.

De acordo com os níveis de formação, sem contar com o ensino superior. Estão as áreas:

Técnico:

  • Mecânica;
  • Farmácia;
  • Enfermagem;
  • Hotelaria;
  • Informática;
  • Edificações

Livres ou de Aperfeiçoamento:

  • Produção de pães e bolos;
  • Soldagem;
  • Idiomas;
  • Costura;
  • Informática básica.

Valor de um curso de qualificação profissional

O preço que as universidades e escolas técnicas costumam cobrar por um curso, varia conforme sua carga horária e área de atuação. O estudante também pode contar com a ajuda do Governo.

É o caso das inscrições PRONATEC 2020 que permitem iniciar a formação técnica de forma gratuita. E o SISU para o caso dos cursos de ensino superior.

A média de valor fica em:

  • Graduação: de R$400 até R$5.000;
  • Técnico: de R$400 até R$1.000;
  • Livres: de R$200 a R$600.