img

PROMOTORIA DENUNCIA PASTOR POR ESTUPRO DE EX-FUNCIONÁRIA


10 views ( último acesso há 1 segundo )

PROMOTORIA DENUNCIA PASTOR POR ESTUPRO DE EX-FUNCIONÁRIA


Mulher trabalhou no salão que George Alves mantinha em Linhares antes de se converter. Ele está preso desde abril, acusado de matar os irmãos Joaquim e Kauã em incêndio.

Mulher diz que foi abusada por George; MPES aceita denúncia.

A vítima é uma ex-funcionária de George, que trabalhou no salão do pastor em 2015 e procurou a 16ª Delegacia Regional de Linhares para denunciá-lo por estupro. A mulher compareceu aolocal após a conclusão do inquérito policial que investigava a morte dos irmãos Joaquim e Kauã.

Mais detalhes da denúncia não foram passadas porque o caso segue em segredo de Justiça. George foi indiciado no Artigo 213 do Código Penal, por constranger (forçar) alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso.

O inquérito foi concluído em 4 de julho. Se condenado, a pena é de 6 a 10 anos de prisão. Procurada, a defesa de George informou que não irá semanifestar no momento porque não teve acesso à denúncia.