Sargento da PM morto em confronto com grileiros é velado sob forte comoção em Batalhão de Guajará-Mirim, RO


3 views (postado há 2 semanas)

João Batista tinha 20 anos de carreira militar e deixa mulher e um casal de filhos. Dois criminosos também morreram no confronto na zona rural de Nova Mamoré, RO. O sargento João Batista, que morreu após ser baleado em um confronto com grileiros durante uma reintegração de posse na zona rural de Nova Mamoré (RO) na última quarta-feira (25), está sendo velado no 6º Batalhão de Polícia Militar (6º BPM) de Guajará-Mirim, a cerca de 330 quilômetros de Porto Velho. Velório do sargento é feito no 6º BPM em Guajará-Mirim Júnior Freitas / G1 RO O cortejo com a chegada do corpo do militar foi acompanhado por viaturas da PM e do Corpo de Bombeiros e seguiu até o Batalhão, situado no Bairro 10 de Abril. Na chegada, houve bastante comoção dos colegas de farda, familiares e amigos. O sargento J. Batista tinha 44 anos e fazia parte da Unidade Especializada de Fronteira (Unesfron), que é um grupo de elite da PM para operações especiais. O militar tinha 20 anos de carreira e deixa mulher e um casal de filhos. O sepultamento está previsto para às 17h no Cemitério Municipal Santa Cruz. Confronto Policiais militares e grileiros entraram em confronto durante uma operação de reintegração de posse em uma propriedade localizada na Linha 29-C do Distrito de Nova Dimensão, na zona rural de Nova Mamoré na última quarta-feira (25). De acordo com a PM, duas guarnições foram emboscadas e um tiroteio aconteceu na localidade. Na troca de tiros, o sargento J. Batista foi alvejado pelos criminosos e chegou a ser socorrido, mas não resistiu. Dois dos criminosos morreram no confronto e um terceiro foi baleado e encaminhado para o Hospital João Paulo II, na capital; ele está na condição de preso. Até o fechamento desta matéria não há informações sobre outros mortos ou feridos. Veja mais notícias da região no G1Guajará-Mirim e Região

Fonte: https://g1.globo.com/ro/guajara-mirim-regiao/noticia/2018/07/26/sargento-morto-em-confronto-com-grileiros-e-velado-sob-forte-comocao-em-batalhao-de-guajara-mirim-ro.ghtml