Polícia prende último integrante da quadrilha da marcha à ré, que agia no Alto Tietê


1 views (postado há 1 semana)

Segundo a polícia, o suspeito confessou que pertencia à quadrilha e também contou que a van que utilizaram para estourar a última loja havia sido furtada para a ação e devolvida no mesmo lugar, para não levantar suspeitas. Quadrilha usa carro em marcha à ré para invadir loja em Mogi das Cruzes Reprodução/TV Diário O Núcleo de Roubo de Carga da Polícia Civil de Mogi das Cruzes prendeu na manhã desta sexta-feira (10), em São José dos Campos, o último integrante da quadrilha da marcha à ré. No total, foram presos 11 suspeitos na operação iniciada em julho. De acordo com o delegado Alexandre Batalha, o rapaz foi localizado na própria residência, no Jardim Satélite. ?Com ele, encontramos inicialmente só a caixa de uma das televisões furtadas na última ação do bando, no Magazine Luiza de Poá. Depois vimos a televisão inteira, já em uso, e também um celular que era produto de outro furto.? Como o suspeito já estava com prisão preventiva decretada, ele ficou detido no 3º Distrito Policial de Mogi das Cruzes, onde foi interrogado a respeito dos crimes cometidos e depois levado à cadeia pública. Batalha acredita que neste sábado (11) ele já deve ser encaminhado ao Centro de Detenção Provisória (CDP). De acordo com o delegado, o suspeito confessou que pertencia à quadrilha e também contou que a van que utilizaram para estourar a loja havia sido furtada para a ação e devolvida no mesmo lugar. ?Eles estacionaram a van no mesmo local que haviam roubado para não levantar suspeitas. Ele disse que o dono nem percebeu, porque o carro já estava com a lanterna quebrada. É muito cara de pau?, disse o delegado. Com a prisão do homem, o caso foi encerrado. ?Não há outros envolvidos?, conclui Batalha. Quadrilha No dia 1º de agosto, seis pessoas foram presas por suspeita de fazerem parte da quadrilha da Marcha Ré. Carros eram usados para arrombar estabelecimentos comerciais. As prisões aconteceram devido a uma operação desencadeada pela Polícia Civil de Mogi das Cruzes. Vinte dias antes, outros quatro suspeitos já haviam sido presos. A maioria dos suspeitos presos é de São José dos Campos. Na casa deles foram encontradas armas, munições, celulares, capacetes, jaquetas, agasalhos, além de televisores. Segundo a polícia, em um mês a quadrilha invadiu pelo menos sete lojas no Alto Tietê. Em uma das ações, um comerciante ficou com prejuízo de R$ 30 mil ao ter a porta de aço do seu estabelecimento arrombada. Em cerca de quatro minutos, os criminosos levaram capacetes e roupas de motocliclistas.

Fonte: https://g1.globo.com/sp/mogi-das-cruzes-suzano/noticia/2018/08/10/policia-prende-ultimo-integrante-da-quadrilha-da-marcha-a-re-que-agia-no-alto-tiete.ghtml